fbpx

Vinho e queijo – Um clássico das combinações

Essa dupla é consagrada no mundo todo, porém é importante estar atento às combinações.  Há no entanto, harmonizações clássicas, como roquefort com Sauternes e stilton com vinho do Porto. Em geral, os vinhos doces se saem melhor com esses queijos do que os tintos secos, isso porque, o sabor intenso e forte, esses queijos mais salgados contém alto teor de gordura e acidez e acabam não casando bem com os tintos secos, por exemplo, pois os vinhos secos sofrem com a acidez e o sal.

O queijo de cabra por exemplo, já faz excelente casamento com os brancos da uva Sauvignon Blanc da região da Álsacia, local de origem desses queijos. Já na Itália, o pecorino toscano tem uma relação perfeita de acompanhamento com o Chianti, um tinto que acompanha perfeitamente o pecorino e iguala sua profundidade de sabores.

Interessante notar que nas harmonizações os vinhos combinam com produtos e pratos desta mesma região, isso parece ser histórico, mas faz todo os sentido, os vinhos já são pensados na harmonização dos pratos locais. Então, bateu a dúvida de harmonização? Busque a origem do prato que encontrará o vinho perfeito.

 

Santé!!

compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×